10 de Novembro, 17:07

Conselho Científico participa de seminário sobre boas práticas agropecuárias e produção integrada


O Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS) participa do evento sobre Boas Práticas Agropecuárias e Produção Integrada entre os dias 11 e 14 de novembro, na cidade de Foz do Iguaçu/PR, realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, IICA e SENASA).
O evento será composto por três seminários, sendo o primeiro deles o V Seminário Internacional de Boas Práticas Agrícolas na Região do Mercosul, seguido do XII Seminário Brasileiro de Produção Integrada de Frutas e o IV Seminário de Produção Integrada Agropecuária.
O membro do CCAS, Luiz Carlos Bhering Nasser, também professor coordenador do curso de pós-graduação de Análise Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do UniCEUB, Brasília/DF, será palestrante no dia 13/11, às 8h50, com o tema: Estado da arte da produção integrada agropecuária e segurança do alimento na comunidade econômica europeia e no dia 14/11 atuará como facilitador da Oficina de Trabalho sobre as ações  da Produção Integrada para discutir os 14 anos de construção e implementação deste sistema de produção sustentável, seus avanços, gargalos, problemas, oportunidades e desafios.
“Nosso objetivo é destacar a importância da produção integrada responsável pela segurança do alimento sadio ao consumidor final. E para o produtor é muito importante também: além dele seguir normas de produção e boas práticas agropecuárias, ele também é capacitado em diversas áreas de importância para sua atuação na propriedade rural: na gestão da propriedade e nas áreas técnicas específicas dos produtos trabalhados, coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, um órgão oficial do governo que envolve também o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia)”, afirma Nasser.
Segundo o conselheiro, a certificação da PI Brasil (Brasil certificado agricultura de qualidade ou pecuária de qualidade) é ainda pouco conhecida entre os consumidores, mesmo já existindo no Brasil há 14 anos. “Um exemplo que costumo dar é o caso dos recém-nascidos: as mães podem usar somente alimentos certificados pela produção integrada e rastreados. São alimentos sem microtoxina, sem resíduos químicos, biológicos etc. Por fim, o consumidor tem um alimento sadio e diferenciado, que é bom para o meio ambiente e para o produtor rural”, conclui.
Atualmente existem no Brasil cerca de 500 entidades envolvidas nesse projeto de Produção Integrada como: Embrapa, empresas de pesquisa e extensão rural estaduais, universidades estaduais, federais e particulares, sistema ´S´, associação de produtores e cooperativas, envolvendo frutas, hortaliças, grãos, raízes, oleaginosas e outros produtos.
Sobre o CCAS
O Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.
O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.
Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.
A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça.
Acompanhe o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavelagrotv



 

Texto: Tatiana Freitas//Consultora de Comunicação

Notícias relacionadas