Fotos: Assessoria de Comunicação CAT Sorriso

saíba mais
29 de Novembro, 18:32

Nova vitrine de reposição florestal do CAT tem mais de 200 mudas de espécies nativas do Cerrado

 

 

 

O Clube Amigos da Terra através do projeto de educação ambiental “Sorriso Vivo” implantou a terceira vitrine de reposição florestal. O plantio de mais de 200 mudas de espécies nativas do Cerrado, foi realizado nesta quarta-feira (29.11) em uma área desprotegida na fazenda Santana, em Sorriso-MT.

 Para o plantio, o CAT contou com a ajuda de estudantes de três escolas Municipais: Jardim Amazônia, Aureliano Pereira da Silva e Leôncio Pinheiro da Silva. Os alunos foram finalistas do concurso de educação ambiental “Alimento e Água – Produzindo com Responsabilidade”,  realizado nas escolas em 2016. A coordenadora de projetos do CAT, Cristina Delicato, explicou que o compromisso de participar do plantio da vitrine de reflorestamento foi firmado com os alunos no ano passado. “Eles se comprometeram e hoje estão aqui participando dessa ação bonita, com o objetivo de preservar a natureza e melhorar o meio ambiente”.

 Junto com a muda cada aluno recebeu uma plaquinha com o próprio nome. Uma forma que o CAT encontrou de valorizar os estudantes e convida-los a acompanhar de perto o crescimento da floresta. “Achei legal porque eu nunca tinha feito isso antes. Gostei muito de reflorestar”, disse a estudante Flávia Simon Sales, de 9 anos, aluna da escola Leôncio Pinheiro da Silva.

 A coordenadora de projetos da secretaria Municipal de Educação, Ivanete Ferro, elogiou a iniciativa do CAT e agradeceu a oportunidade da parceria com o poder público. “Foi uma manhã maravilhosa. As mudas vão crescer e ajudar o meio ambiente e a gente fica muito feliz de fazer parte desse momento”.

 O casal Luis Fernando e Dudy Paiva, proprietários da fazenda Santana, consideraram um privilégio ter na propriedade uma vitrine de reflorestamento. “É muito bacana receber os alunos, professores, os motoristas enfim, todos que vieram aqui fazer esse reflorestamento. É mais uma local de área nativa que teremos na fazenda”.

 As outras duas vitrines de reposição florestal, implantadas pelo CAT Sorriso, ficam na fazenda Santa Maria da Amazônia e a outra na sede social do assentamento Jonas Pinheiro.

 Além da parceria com a secretaria Municipal de Educação, o CAT contou com o apoio do Viveiro Eco da Mata e da empresa ADM do Brasil.

 Estiveram presentes na implantação da vitrine, professores, alunos, representantes da secretaria Municipal de Educação, o vice-prefeito, Gerson Bicego, o vereador, Leandro Damiani, o secretário executivo do Consórcio Alto Teles Pires, Renaldo Loffi e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sorriso, Márcio Kuhn.

 

Texto: Assessoria de Comunicação CAT Sorriso

tags
Notícias relacionadas