15 de Abril, 16:26

O Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em imunização convocado pela Organização Mundial da Saúde recomenda o uso da vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur em países endêmicos




− As recomendações do Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em imunização (SAGE na sigla em inglês) da OMS reconhecem o importante valor para a saúde pública que poderá ser obtido com a introdução da vacina contra dengue da Sanofi Pasteur −

A Sanofi e sua divisão global de vacinas, a Sanofi Pasteur, anunciaram hoje que o Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas (Strategic Advisory Group of Experts, SAGE) em imunização emitiu suas recomendações à OMS sobre o uso da vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur. O SAGE recomenda que os países com taxa elevada de transmissão de dengue considerem a introdução da vacina contra a dengue como parte de uma estratégia abrangente de prevenção que inclui o controle do vetor para reduzir efetivamente a carga da doença. O sucesso da introdução da imunização contra a dengue com outros esforços abrangentes para prevenir a doença deve ajudar os países endêmicos a alcançar os objetivos da OMS de reduzir a morbidade por dengue em 25% e a mortalidade em 50% até 2020.

“Congratulamo-nos com estas recomendações do SAGE, que é o grupo consultivo da OMS com relação a vacinas e imunização, sobre a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur”, disse Elias Zerhouni, presidente global de Pesquisa e Desenvolvimento da Sanofi. “Até agora, a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur já foi aprovada em quatro países, incluindo México e Brasil, cujas autoridades regulatórias são certificadas pela OMS. As recomendações do SAGE da OMS ratificam o valor médico e científico da vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur, ao mesmo tempo, que passam mensagem clara aos países endêmicos sobre o importante benefício para a saúde pública que poderá ser obtido com a introdução da vacina em esforços integrados de gerenciamento da doença para combater a carga da dengue. ”

A expectativa é de que o impacto da vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur sobre a carga da doença seja gerado pela capacidade demonstrada pela vacina de evitar oito em cada dez internações por dengue e até 93% dos casos graves de dengue, inclusive da dengue hemorrágica, nos indivíduos com idade a partir de 9 anos que participaram dos estudos, como mostrado durante o acompanhamento de 25 meses.[1]

As recomendações do SAGE se baseiam na análise técnica de dados clínicos de 25 estudos clínicos realizados em 15 países endêmicos e não endêmicos em todo o mundo, que envolveram mais de 40 mil participantes.

Sobre a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur
Até março de 2016, a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur foi licenciada para a prevenção da dengue causada pelos quatro sorotipos em indivíduos com idade entre 9 a 45 anos no México, nas Filipinas, Brasil e El Salvador. Os processos de análise regulatória da vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur continuam em outros países onde a dengue é uma prioridade de saúde pública. Os programas de vacinação pública e privada já começaram nas Filipinas e estão sendo realizadas análises em outros países para lançamentos até o final do ano.

A vacina da Sanofi Pasteur é o fruto de mais de duas décadas de inovação e colaboração científica, e dos 25 estudos clínicos realizados em 15 países em todo o mundo. Mais de 40 mil voluntários participaram no programa de desenvolvimento clínico da vacina contra dengue da Sanofi Pasteur (fase I, II e III), sendo que 29.000 voluntários receberam a vacina. Os estudos de eficácia de grande escala com a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur, incluindo acompanhamento de 25 meses, foram concluídos com êxito em 2014.[2],[3]

As análises combinadas e integradas sobre a eficácia e a segurança de estudos de eficácia de fase III de 25 meses e os estudos de longo prazo em curso, respectivamente, foram publicadas no The New England Journal of Medicine em 27 de julho de 2015, documentando o perfil consistente de eficácia e segurança duradoura na população participante do estudo com idade entre 9-16 anos. Na análise combinada sobre a eficácia nesta faixa etária, a vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur demonstrou a redução de casos de dengue pelos quatro sorotipos em dois terços dos participantes e permitiu evitar 8 em 10 casos de hospitalização e até 93% dos casos da dengue grave.1

A vacina contra a dengue da Sanofi Pasteur é a primeira vacina para a prevenção contra a dengue no mundo com registro regulatório. A vacina é produzida em um centro de produção dedicado na França, com capacidade de produção total de 100 milhões de doses anuais.

Informações adicionais sobre a vacina contra dengue da Sanofi Pasteur estão disponíveis em www.dengue.info ou  www.es.dengue.info

Sobre a Sanofi
A Sanofi, um líder global em saúde, descobre, desenvolve e oferece soluções terapêuticas com foco nas necessidades dos pacientes. A Sanofi tem pontos fortes em soluções em diabetes, vacinas humanas, medicamentos inovadores, medicamentos isentos de prescrição, mercados emergentes, saúde animal e Genzyme. A Sanofi está cotada na Bolsa de Paris (EURONEXT: SAN) e de Nova Iorque (NYSE: SNY).

Sanofi Pasteur, a divisão de vacinas da Sanofi, fornece mais de 1 bilhão de doses de vacinas todos os anos, permitindo imunizar mais de 500 milhões de pessoas no mundo. Líder mundial na produção de vacinas, a Sanofi Pasteur oferece ampla gama de vacinas, que protegem contra 20 doenças infecciosas. O legado da empresa, para criar vacinas que protegem a vida, remonta a mais de um século.  A Sanofi Pasteur é a maior empresa totalmente dedicada a vacinas.  A empresa investe mais de 1 milhão de euros por dia em pesquisa e desenvolvimento.  Para mais informações, acesse: www.sanofipasteur.com ou www.sanofipasteur.us

Texto: Aline Veríssimo

Notícias relacionadas