26 de Setembro, 17:18

Primeiro ‘Parada Legal’, Rota do Oeste atende 620 motoristas na BR-163



Próxima edição está prevista para dezembro; Meta é realizar quatro eventos ao ano

Nos últimos três dias – de terça à quinta-feira (23 a 25) -, 620 motoristas que trafegavam pela BR-163 receberam atendimento do projeto ‘Parada Legal do Oeste’. Realizado pela Concessionária Rota do Oeste, que administra a rodovia em Mato Grosso, o evento chamou à atenção de diversos caminhoneiros, que durante o período receberam atendimentos médicos e odontológicos, corte de cabelo, massagem, orientações de segurança no trânsito, além de outros serviços gratuitos oferecidos pelo projeto.

De acordo com o gestor de Responsabilidade Social da Rota do Oeste, Adherbal Vieira, responsável pelo projeto, a avaliação da primeira edição do ‘Parada Legal’ foi positiva. “Atingimos as nossas expectativas em número de atendimentos e conseguimos, ao lado dos nossos parceiros, chegar ao objetivo de promover a segurança no trânsito e o bem estar dos usuários da rodovia”, comentou.

Vieira destaca que a meta é ampliar o número de atendimentos e dar mais visibilidade às ações do ‘Parada Legal’, para que mais motoristas possam ter acesso aos serviços. A próxima edição está prevista ainda para dezembro deste ano, com local a definir. A perspectiva é de que o projeto aconteça quatro vezes ao ano.

O serviço foi aprovado pelos visitantes. O gaúcho Francisco José Magri, aproveitou a passagem por Cuiabá para fazer exames médicos. “É a primeira vez que vejo um serviço deste voltado para nós, caminhoneiros em Mato Grosso. Gostei muito da iniciativa”.

Vindo de Fortaleza, no Ceará, José Maria Freitas fez uma pausa em Cuiabá e também marcou presença na tenda do projeto, que ficou localizada no Posto Mangueiras, no km 314 da BR-163. Ele está na estrada há mais de cinco dias, com destino a Rio Branco, no Acre. Para ele, os serviços oferecidos fazem a diferença. “É muito cansativo o trabalho e poder contar com uma ação como esta me deixa mais tranquilo”, disse.

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) – uma das parceiras do projeto –, Alessandro Oliveira, também elogiou a iniciativa, destacando que a ação contribui para aumentar o numero de atendimentos médicos da instituição. “Realizamos um trabalho desde 1999 e atendíamos em média 45 pessoas por dia. Com a ‘Parada Legal’ conseguimos apoio para alavancar estes atendimentos”, concluiu.

Além da Polícia Rodoviária Federal, a Amaggi, Uniodonto, Sebrae, Scania e a prefeitura de Cuiabá foram parceiros no projeto.


 

Texto: Thiago Almeida Assessora de Imprensa - Rota do Oeste

Notícias relacionadas